A gente já falou aqui que não existe quantidade de peças ideal num guarda roupa e sim uma proporção ideal entre “partes de cima” X “partes de baixo”.

Nessa mesma coluna adiantamos que se uma peça combinar com menos de 3 outras peças que você tiver no seu guarda-roupa essa peça está tecnicamente “encalhada”. E é sobre isso que queremos falar hoje – da proporção 3×1, uma das formas de avaliar o custo-benefício de uma compra, assim como uma boa maneira de testar se vale a pena manter aquela peça no seu guarda-roupa ao final do #desafiodocloset.

Funciona assim: você está namorando uma calça estampada e doida para comprá-la. Mas só consegue pensar em produções usando a tal calça combinando com uma blusa preta ou branca. Nesse caso, nem tire o cartão de crédito da bolsa – esqueça a compra e só volte à loja se pensar em três outras produções mais criativas com peças que você já tenha (por exemplo, com uma camisa jeans, uma blusa lisa de cor forte ou até coordenando com outra estampa).

O mesmo vale para avaliar se vale a pena manter uma peça que você já tem no seu guarda roupa. Imagine que você passou ilesa pelo #desafiodocloset e ficou #180diassemcomprar (parabéns!!!!). Ai você vê um par de sapatos coloridos que você usou super pouco nesse período porque só consegue usá-lo com uma produção bem basiquinha, tipo jeans e camiseta branca. Tente exercitar a criatividade e pensar em produções menos obvias, como usá-los com uma camiseta mais colorida (os pontos de cor da produção estarão nos opostos do seu corpo, e, portanto, mais fáceis de serem coordenados), com um vestido, outra calca que não a jeans… enfim, se dê algum tempo para elaborar essas combinações, mas se perceber que não vai rolar (seja porque a cor realmente não coordena com nada do que você tem, seja porque produções mais coloridas não fazem seu estilo), tire o tal par de sapatos do seu guarda roupa (doe ou venda) e só compre outro par de sapatos coloridos se conseguir fazer essas combinações mentalmente.

Assim, aos poucos, vamos abrindo espaço na nossa vida e no nosso closet para que apenas as peças que nos fazem muito muito felizes e que funcionam mesmo façam parte da nossa vida. E, neste caso, menos é muito mais, pois um guarda roupas conciso e bem pensado tende a ser muito mais eficaz do que um guarda roupas abarrotado e aleatório.

Pensem nisso!
Beijo grande,

Carol e Carlinha.

Olá! Seu comentário é importante, deixe algumas palavras...